Hospital Regional de Formosa (HRF) trabalha para manter a segurança e a saúde de seus colaboradores. Nos próximos dias, todos os profissionais com idade igual ou superior a 50 anos serão contemplados com uma dose da vacina Pneumocócica 23-Valente. A recomendação feita pelo Ministério da Saúde de vacinar os colaboradores contra doenças graves como meningite e pneumonia é seguida à risca pelo HRF. “Essa é uma campanha preventiva para vacinar todos os colaboradores da área administrativa, médicos, enfermeiros e terceiros. Estamos cuidando da saúde dos nossos para que eles possam cuidar da saúde da população”, afirma Vânia Fernandes, diretora executiva do hospital.

A vacina Pneumocócica 23-Valente é ministrada pelo HRF periodicamente e previne contra doenças causadas pela bactéria pneumococo. O HRF segue a imunização de acordo com o calendário anual do Programa Nacional de Imunizações.

Vacina e Prevenção

A pandemia do novo coronavírus deixou os profissionais da saúde em alerta para outras doenças. Dentre elas está a pneumonia, que compromete os pulmões do paciente e, em estágio avançado, traz prejuízos respiratórios. Nesses quadros é comum que o saco pulmonar se encha de líquido e pode ser fatal para o paciente, especialmente em pessoas idosas.

Dessa forma, aplicar a Pneumocócica 23-Valente nos colaboradores da saúde é muito importante. Embora todos os profissionais do HRF trabalhem devidamente protegidos com os EPIs, diariamente eles entram em contato direto com substâncias que podem ser nocivas. Portanto, para garantir total segurança desses profissionais o HRF permanece seguindo rigidamente as diretrizes de vacinação do Ministério da Saúde.

Sobre o HRF

O Hospital Regional de Formosa foi estadualizado em abril de 2020. O processo teve início em agosto de 2019 e passou pela aprovação da Câmara dos Vereadores e da Assembleia Legislativa. Dessa forma, o Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED assumiu a gestão, em junho, com o compromisso de ampliar o atendimento à população instalando 10 leitos de UTI para pacientes com Covid-19.

As obras estão em andamento e durante o processo de regionalização a população continuará contando com os serviços de Pronto Socorro 24 horas, clínica médica, ortopedia e atendimento a gestantes. Passada a urgência da pandemia o Hospital com melhorias na infraestrutura ficará para a região, ampliando as opções de atendimento para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content