As inúmeras altas médicas que acontecem diariamente dentro dos Hospital de Campanha (HCamp) merecem destaque e atenção especial. Por isso, o Hospital Regional de Formosa (HRF), administrado pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED, valoriza cada uma das 89 altas hospitalares que ocorreram no mês de abril.

Uma dessas histórias de recuperação foi protagonizada pela família Brandão. Dona Iêda Brandão viu, ao longo do mês, o marido Antônio, 55 anos, e os dois filhos, Enver, 22 anos e Eder, 16 anos, terem complicações decorrentes do coronavírus.

“Foi um verdadeiro pânico ver minha família ser contaminada pelo vírus. Pra mim, naquele momento, o sol perdeu o brilho e eu achei que o mundo fosse acabar”, lembrou Iêda.

Os três membros da família chegaram no Hospital Regional de Formosa e o atendimento ocorreu de acordo com os protocolos de segurança. Antônio e Enver se recuperam depois de pouco mais de uma semana de internação.

No entanto, o filho mais velho de Iêda e Antônio, o jovem Enver, foi quem apresentou o quadro mais grave. Internado no hospital desde 14 de abril, o rapaz passou 20 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ele teve alta no último dia 5, alguns dias após o HRF registrar 11 altas na mesma semana.

Uso da tecnologia

Felizmente o Hospital Regional de Formosa conta com o que há de mais moderno no tratamento e combate à covid-19. Um grande aliado nessa batalha é o capacete-respirador do tipo Elmo. O dispositivo é uma conexão não invasiva entre o paciente e a ventilação mecânica.

Dessa maneira, o enfermo recebe o oxigênio necessário para respirar sem a necessidade de passar pela intubação.

Graças aos cuidados médicos e todo acolhimento hospitalar, Enver usou o capacete-respirador por 14 dias e apresentou melhora significativa no seu quadro clínico. Portanto, o uso contínuo do equipamento fez toda a diferença e acelerou o processo de recuperação do paciente.

No dia de sua alta, Enver foi recebido pela mãe, pai e irmão na entrada do hospital. Sua saída foi emocionante e teve homenagem com direito a balões e carro de som para registrar o momento.

“O atendimento do Hospital foi o melhor possível. Desde as enfermeiras até a diretora que fez questão de falar comigo e visitar meus familiares no leito”, afirmou Iêda.

Referência

O Hospital Regional de Formosa já está marcado na história da região por todos os seus feitos. Desde que foi estadualizado, o HRF passou por diversas mudanças estruturais, bem como melhorias em todos os aspectos. Apenas no primeiro trimestre de 2021, o HRF atendeu mais de 18 mil pacientes, sendo que destes, 4,2 mil no Pronto-Socorro Covid-19 e 14 mil no PS Geral.

Outro recorde registrado pelo Hospital Regional de Formosa está relacionado com os serviços de análises clínicas. Em apenas três meses, a unidade realizou 47,3 mil procedimentos, sendo 16 mil só no mês de março.

Por outro lado, o HRF fez 676 eletrocardiografias, 4 mil exames de raio-X e 405 ultrassonografias.

“Vamos continuar trabalhando sério para assegurar o melhor atendimento à nossa população. Certamente, histórias como a da família Brandão certificam que os nossos esforços dão resultados satisfatórios”, disse Vânia Fernandes, diretora geral do HRF.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content