O Hospital Estadual de Formosa (HEF) atua em diversas especialidades, entre elas a ortopedia. A unidade hospitalar, administrada pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (IMED), foi responsável por mais de 250 cirurgias ortopédicas de urgência em 2021. Neste ano, o hospital iniciou um novo procedimento cirúrgico ortopédico aplicando, pela primeira vez, o método russo Ilizarov.    

A técnica é usada em pacientes que apresentam traumas ou politraumas em ossos do corpo – geralmente tíbia ou fêmur. Dessa forma, um aparelho de fixação externa circular ou vertical é preso ao osso fraturado para garantir maior estabilidade e correção da lesão. No primeiro procedimento realizado no HEF, o paciente J.M. Alves foi vítima de um acidente automobilístico ocorrido na região e transportado pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) até o hospital.

A cirurgia teve duração de uma hora e meia e teve a participação de uma equipe de ortopedistas incluindo o Dr. Alípio César Lemos, especialista em reconstrução e alongamento ósseo. Neste caso, os médicos optaram pelo uso do método Ilizarov por se tratar de uma lesão de nível grave. A técnica oferece menos riscos à saúde e promove a consolidação da fratura com menor chance de complicações como a osteomielite.

“A indicação do fixador externo circular pelo método de Ilizarov é feita justamente para o tratamento dessas lesões graves por ser um método mais biológico, menos agressivo aos tecidos e, principalmente, sem uso de placas, parafusos ou hastes intramedulares”, apontou o especialista.

Método aprovado

Este tipo de cirurgia ajuda na recuperação de muitos pacientes ao redor do mundo e tem reconhecimento e aprovação por toda comunidade médica. Segundo a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), o Brasil sempre esteve bem representado nacional e internacionalmente quando o assunto é o método Ilizarov. Portanto, a novidade que acaba de chegar ao HEF é uma oportunidade de tratar pacientes gravemente feridos ainda nas primeiras horas do acidente e aumentar as chances de recuperação.

Contudo, no HEF, a rapidez com que a equipe de ortopedia atua em casos de traumas severos é determinante para o resultado positivo. Para o Dr Alípio, dar a chance de tratamento ao paciente perto da casa dele é excelente e, certamente, um enorme ganho para toda a população de Formosa e região.

J.M Alves recebeu alta no último dia 31, segue o tratamento pós-operatório fazendo uso de antibióticos e, nos próximos dias, terá acompanhamento médico previamente agendado com os ortopedistas da unidade. Para Vânia Fernandes, diretora do HEF, “ampliar a oferta de serviços ortopédicos com métodos reconhecidamente aprovados é, acima de tudo, determinante para atender com qualidade os moradores da cidade de Formosa”.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content