Desde o início da pandemia, muitos profissionais precisaram se adaptar a novos métodos de trabalho e a solucionar imprevistos. Dentro dos hospitais não foi diferente, as rotinas se intensificaram, o fluxo de pacientes cresceu consideravelmente e as preocupações causadas por uma doença altamente transmissível tomou conta das equipes multidisciplinares.

Neste período, para manter o equilíbrio e a saúde emocional tanto de pacientes, como dos próprios colaboradores, uma especialidade ganhou destaque: a psicologia. Os profissionais da área foram – e continuam sendo – essenciais no dia a dia das unidades. Por meio de ações, diálogos, acolhimento e apoio, eles zelam pela qualidade de vida e bem-estar de todos.

Acolhimento Musical

Pensando nisso, o projeto Amor Cantado – Acolhimento Musical, transmitido semanalmente para os Hospitais Estaduais de Trindade, Luziânia, Formosa e São Luís de Montes Belos, em Goiás, e Residências Terapêuticas em Alfenas (MG), dedicou a live da última quarta-feira (25) aos psicólogos de todo o país.

“Nós temos muito o que agradecer a esses profissionais, que mesmo em um cenário de grande vulnerabilidade social, conseguiram ajudar com palavras, gestos e afeto milhares de pessoas ao redor do mundo”, disse Hercílio Ramos Júnior, engenheiro voluntário que comanda o projeto.

Para Sayonara de Cássia, psicóloga do Hospital Estadual de Formosa (HEF) durante a pandemia os profissionais da área precisaram ser ainda mais resilientes. “As pessoas demonstram maior sensibilidade neste período. O sentimento de ansiedade aflorou, bem como o medo e a angustia. Nosso papel nisso tudo foi trabalhar com comprometimento para oferecer conforto e segurança, além de recuperar a autoestima daqueles que foram acometidos pela doença”, explicou.

Polliana Alves, profissional da equipe de psicologia do Hospital Estadual de Trindade (Hetrin) conta que acompanhar pacientes e familiares durante a pandemia tem sido muito marcante. “No dia a dia nós testemunhamos muitos casos, de perdas e recuperações. Em cada um deles aprendemos um pouco mais sobre as emoções humanas. É um trabalho muito gratificante poder ajudar as pessoas nesse período tão difícil”, contou.

Saúde emocional

Os hospitais geridos pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED em Goiás oferecem apoio psicológico para os pacientes e familiares, por meio dos atendimentos diários das equipes especializadas, e para todos os colaboradores das unidades, com o Projeto Escuta Terapêutica.

A iniciativa é uma linha de comunicação exclusiva e aberta entre funcionário e psicólogo, de segunda à sexta-feira, das 9h às 21h. O profissional que precisa de apoio psicológico para lidar com qualquer tipo de problema tem, ao alcance de uma ligação ou envio de mensagem, o auxílio de um especialista. “Os psicólogos têm um papel fundamental na sociedade. Com muito trabalho e dedicação eles oferecem saúde emocional e qualidade de vida para as pessoas. Nós prezamos muito por isso, tanto que contamos com especialistas da área dentro e fora da unidade para garantir bem-estar aos pacientes, familiares e colaboradores”, finalizou Getro de Oliveira Pádua, diretor do IMED.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content