A pandemia do novo coronavírus trouxe lições que transcenderam o raciocínio lógico da nossa sociedade. Em primeiro lugar, o que a medicina descobriu nos últimos meses acerca do contágio, das precauções e do tratamento foram essenciais para salvar milhares de vidas. Todos os dias, primordialmente, médicos, enfermeiros, psicólogos, técnicos e outros profissionais unem seus esforços para curar, amenizar a dor e trazer conforto aos pacientes acometidos pela Covid-19.

Felizmente, uma dessas equipes faz parte do quadro de colaboradores do Hospital Regional de Formosa (HRF). Ela participou ativamente da recuperação e alta do paciente Francisco Xavier da Cruz, de 63 anos. O morador de Formosa foi internado na unidade, no dia 11 de setembro, após diagnóstico positivo para Covid-19.

Dedicação e acolhimento

Três dias depois o quadro se agravou e o paciente apresentou febre, tosse e falta de ar. Em seguida ele foi entubado pela equipe médica do hospital na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

O acolhimento e a dedicação incansável da enfermeira do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP), Jéssica Santos, e do assistente social, Giliard Barbosa de Jesus, fizeram toda a diferença para a tomada de decisão da família em manter o paciente internado no HRF e, sobretudo, acreditar na recuperação.

“Eu estava bem preocupada e eles conversaram comigo e com os outros familiares. Eles pediram para que confiássemos no trabalho do hospital e foi a melhor coisa que fizemos”, declarou Bruna Xavier, filha de Francisco.

Alta médica emocionante

Após 56 dias de internação em um dos leitos da Ala Covid-19, na UTI destinada às vítimas do coronavírus, Francisco teve alta. Então, na última quinta-feira (5), o paciente deixou o Hospital Regional de Formosa completamente curado debaixo de aplausos e balões dos profissionais que o cuidaram. Na parte externa do hospital, familiares e amigos preparam uma linda recepção com direito a carro de som, lágrimas e muitos agradecimentos.

“Queria falar para as famílias que estão passando por essa situação que acreditem e tenham fé! Acreditem nos médicos que Deus capacitou para cuidar dos nossos familiares”, destacou Kátia Abadia da Silva, sobrinha de Francisco. 

Sobre o HRF

O Hospital Regional de Formosa foi estadualizado em abril de 2020. Dessa forma, o processo teve início em agosto de 2019 e passou pela aprovação da Câmara dos Vereadores e da Assembleia Legislativa. O Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED assumiu a gestão, em junho, com o compromisso de ampliar o atendimento à população instalando 10 leitos de UTI para pacientes com Covid-19.

As obras estão em andamento e durante o processo de regionalização a população continuará contando com os serviços de Pronto Socorro 24 horas, clínica médica, ortopedia e atendimento a gestantes. Portanto, passada a urgência da pandemia o Hospital ficará para a região, ampliando as opções de atendimento para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

2 comments

  1. Pingback: Projeto Amor Cantado lembra a importância da prevenção do câncer de próstata - ECCO

  2. Pingback: IMED lança primeira corrida virtual e solidária durante o projeto Amor Cantado - ECCO

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content