Sayonara de Cassia G. Batista, psicóloga do HRF – FOTO: Digulgação

Em meio ao caos que o mundo vive nesse cenário de pandemia, o Hospital Regional de Formosa encontrou em seus profissionais de psicologia um eficiente aliado. Combater o novo coronavírus com medicamentos é tarefa notável, mas cuidar da saúde psicológica dos pacientes e dos colaboradores, tornou-se uma das prioridades para a direção do hospital. “O sofrimento só é intolerável quando ninguém cuida. Nós do HRF estamos aqui para cuidar de todos! ”, garante Vânia Fernandes, diretora executiva da unidade.

Responsável por 72 altas, mais de 1.990 atendimentos no seu Pronto Socorro e 157 internações, desde que a administração foi assumida pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED, o HRF também cuida da saúde psíquica de sua equipe, pacientes e familiares.

Acolhimento psicológico aos pacientes com Covid-19

É muito comum encontrar traços de fragilidade psicológica em vítimas da Covid-19 no ato do diagnóstico, durante o tratamento e, sobretudo, pós-cura. Dessa maneira, os principais problemas apresentados por essa população passam pela ansiedade exagerada, medo do futuro, falta de perspectiva e sentimento de angústia. Há ainda um trauma causado nos familiares que, igualmente aos pacientes, recebem todo o acolhimento psicológico necessário pela equipe do HRF.

Por isso, as psicólogas do Hospital Regional de Formosa fundamentais para amenizar a dor e o sofrimento psíquico, causados pelo acometimento do novo coronavírus. Seja usando a tecnologia para realizar os atendimentos ou devidamente paramentadas com os EPIs, elas conversam com pacientes e acompanhantes.

“Os pacientes relatam muita ansiedade e medo. Um dos nossos objetivos, enquanto psicólogas hospitalares, é auxiliar o paciente em seu processo de adoecimento onde esses sentimentos negativos estão presentes”, explica Sayonara de Cassia G. Batista, psicóloga da unidade.

Colaboradores também recebem atendimento

Os colaboradores da unidade que estão enfrentando diariamente o novo coronavírus, também tem espaço de acolhimento psicológico garantido. Isso porque, as reações emocionais que os profissionais passam a cada novo diagnóstico ou altas hospitalares variam muito e isso os afetada diretamente.

Portanto, para garantir a saúde e o bem-estar de toda a sua equipe, o HRF destacou atendimentos exclusivos e individuais. “Eu sou agradecida porque fui bem recebida e muito bem acolhida. Isso tudo aconteceu no momento que eu mais precisei e tive uma palavra amiga”, contou a recepcionista do hospital, Cristiane N. C. Vieira.

Sobre o HRF

O Hospital Regional de Formosa foi estadualizado em abril de 2020. O processo teve início em agosto de 2019 e passou pela aprovação da Câmara dos Vereadores e da Assembleia Legislativa. O Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED assumiu a gestão, em junho, com o compromisso de ampliar o atendimento à população instalando 10 leitos de UTI para pacientes com Covid-19.

As obras estão em andamento e durante o processo de regionalização a população continuará contando com os serviços de Pronto Socorro 24 horas, clínica médica, ortopedia e atendimento a gestantes. Passada a urgência da pandemia o Hospital ficará para a região, ampliando as opções de atendimento para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *